Esportes Indígenas Guaraní

A Aldeia Boa Vista dos Guarani M'bya, localizada no bairro do Prumirim, em Ubatuba, é conhecida na região por jogar muito bem futebol. Assim como outras aldeias da grande nação

Guarani, em Boa Vista, o futebol é o principal esporte praticado na comunidade. 

Contando com dois times, os rapazes da Boa Vista participam de vários torneios e campeonatos da região, inclusive jogando contra outros times das aldeias guaranis localizadas no município de Paraty ­RJ, oa norte de Ubatuba, com acesso pela Rio ­Santos (BR 101).

O futebol mobiliza a aldeia em jogos importantes, ressaltando a paixão dos indígenas pelo esporte, que não é jogado apenas pelos rapazes, muitas meninas e mulheres também jogam e torcem muito.

Aliás, além de torcerem entre sí, na aldeia Boa Vista encontramos corinthianos, santistas, flamenguistas, sãopaulinos e torcedores de muitos times do Brasil. Vale lembrar que existe uma controversa linha de pesquisa que identifica os Guaranis, que no sec. XVII viviam nas missões e assentamentos jesuítas em San Ignácio, como os inventores do futebol, ou algo bem próximo disso, jogado em dois grupos de vários indivíduos utilizando apenas os pés, com uma bola de latex que tinha que passar a linha no campo do adversário para pontuar. Este esporte/diversão era chamado de “manga ñembosarai” (jogo de bola com os pés). Essa “reivindicação” está manifesta num documentário recém­lançado chamado “Los Guaraníes Inventaron el Fútbol”, de Marcos Ybáñez.

Porém, os indígenas da Boa Vista querem praticar outros esportes, os esportes indígenas que seus ancestrais sempre praticaram, e aos poucos, assim como os Guarani Kaiwa, outra etnia Guarani localizada ao sul do Mato Grosso do Sul, que já participaram de vários Jogos dos Povos Indígenas, realizados desde 2006, organizado pelo Comitê Intertribal Indígena e pelo Ministério dos Esportes.

Uma das muitas realizações projetadas pela tribo da Boa Vista é justamente a retomada dessas tradições ligadas a essas atividades de lazer, ritos, comunhão e muita disputa, fortalecendo sua identidade cultural, iniciativa que vem sendo debatida dentro da aldeia.

Quem sabe se não veremos, num futuro não tão distante, a participação dos Guarani M'bya da Boa Vista nas corridas de canoas rusticas, nas corridas de toras, nas disputas de arco e flecha, nas disputas de cabos de força, nas bravas lutas corporais, no torneio de xikunahati (parece futebol, mas se joga apenas com a cabeça uma bolinha de latéx de Mangabeira, feitas pela etnia Pareci, do Mato Grosso) e quiça, nos torneios de futebol em alguma edição dos Jogos dos Povos Indígenas?

Lembrando que neste ano de 2015, no dia 23 de outubro será realizado em Palmas – TO, a primeira edição dos Jogos Mundiais dos Pvos Indígenas, contando com 46 etnias, sendo 22 do Brasil, com participantes de mais de 30 países, onde serão celebrados todos os esportes já mencionados e muito mais, além de muita confraternização.

 

Por Jorge Miguez Cavalcante

Comunidade: 
Aldeia Boa Vista