Guarani M’bya - Tronco linguístico Tupí-Guarani: Palavra viva!

Para a nação guarani, com seus subgrupos e dialetos, a palavra (lingua) é muito importante na construção e na manutenção de sua identidade, carregando consigo elementos cosmológicos e espirituais.

Os Guarani são uma rede de povos originais que ocupam grande parte da America Latina, com um conjunto de variações linguisticas da família Tupi-Guarani, do tronco linguísticos Tupi, com três variações principais: Nhandeva, Kaiowá e Mbya. Falado por diferentes povos indígenas, o idioma Guarani está presente em grupos no Brasil, na Argentina, Uruguai, Bolívia e Paraguai, considerada lingua oficial (assim como o espanhol) neste último.

Segundo o linguista Aryon Dall’Igna Rodrigues, as variações do idioma Guarani são percebidos na pronúncia, nas sílabas tônicas e principalmente no vocabulário e na sintaxe, que variam de acordo com as particularidades culturais de cada povo Guarani. As palavras guarani são sagradas, pois elas provém da mesma fonte de onde cada alma, cada nome guarani, sendo consideradas palavras-alma e derivadas de Nhanderú, o Pai criador de tudo.

A identidade Guarani, que sempre se reinventa nas dificuldades porém, impávida, resiste no seu modo de ser, tem na lingua, na palavra, sua principal ferramenta na manutenção cultural dos povos Guarani.

Os guaranis M’byas da comunidade indígena Aldeia Boa Vista (Tekoa Jaexaá Porã), Ubatuba SP, cultivam o hábito de ensinar o português na escola da aldeia apenas quando a criança atinge 7 anos, tendo, até então, aprendido apenas o idioma guarani como lingua matrea. Assim como outros povos Guarani M’bya, os indígenas da Tekoa Jaexaá Porã mantém, além da linguagem cotidiana (ayvu), uma lingua (variação ritual) para se comunicar com Nhanderu e todas as divindades e heróis míticos e dirigentes espirituais da Cosmologia Guarani, conhecida como “belas palavras”, ou ayvu porã, a linguagem usada nos rituais e nas ocasiões especiais.

Para os Guarani M’bya, a palavra é tão importante quanto a própria alma, sendo que o devir guarani, ou o que o Ser Guarani inexoravelmente será, é o sentido de viver estruturando e direcionando seu modo de viver para ser um veículo das palavras-alma de Nhanderu.

Dessa forma, a beleza, a arte e os princípios da vida podem ser confundidas na palavra, que sintetiza em sí, a própria vida, ou o ñande reko (nosso modo de ser) Guarani.

Venha Conhecer Ubatuba, a Aldeia Boa Vista e outras riquezas locais!!!!