Tambores do quilombo

Símbolo de “Voz” e cultura, o tambor é um dos instrumentos africanos mais difundidos no Brasil. Presente na cultura brasileira desde os tempos da escravidão, foi ganhando seu espaço em todas as regiões do país. Associado à preservação da cultura oral, o instrumento acompanhou o desenvolvimento e expressão artística e social das comunidades de remanescentes de quilombos, reforçando sua identidade.

 

Os ritmos variam desde o toque da dança do coco de umbigada, maculele, capoeira, até o afoxé, jongo e muito mais! A diversidade de tambores também é vasta, existem diferentes opções de materiais como tipos de madeira e coco, além de terem muitas formas com que são produzidos, depende muito da tradição mantida pela comunidade que atua e na maior parte dos casos são confeccionados pelas próprias comunidades.

 

Atualmente é possível assistir apresentações de musica e dança de diversos grupos quilombolas de norte a sul do país. Os grupos encantam o público que vibra com os fortes ritmos que trazem alegria por onde passam.

 

O quilombo da fazenda picinguaba de Ubatuba tem um grupo de tambores, nominado “Tambores da Fazenda”. Composto por membros da comunidade, o grupo conta com homens na percussão e mulheres na dança e com um repertório especial, com direito a clássicos da cultura popular. Apresenta os ritmos de afoxé, coco e jongo, além de prestigiar a cultura local de Ubatuba com algumas músicas e danças do fandango caiçara.

 

O grupo se apresenta em algumas festas e ocasiões especiais e pode ser contratado para shows.

 

 

Comunidade: 
Quilombo da Fazenda